© 2018 por Matheus Veras e Yasmim Gomes

  • Preto Ícone Instagram
  • Facebook Social Icon

SOBRE

     A bacia hidrográfica do rio Capibaribe tem no Estado de Pernambuco abrangência regional
(mesorregiões agreste, mata e litoral), com área de 8.827,6 km 2 , representando cerca de 9% do Estado.
Na mesorregião Metropolitana do Recife (RMR) possui uma área de 2.785,4 km², o equivalente a 2,8% do
território pernambucano (ANDRADE, 2009). Seu curso é dividido em três partes: o alto e o médio curso,
situados no Polígono das Secas, onde o rio apresenta regime temporário (cheio sazonalmente) e o baixo
curso, quando se torna perene, a partir do município de Limoeiro, no agreste do Estado. Com relação à
precipitação anual média na bacia é de 1095 mm, variando de 500 mm, no Agreste a 2000 mm, no Litoral.
(PERNAMBUCO, 2009). Desde a nascente, entre os municípios de Poção e Jataúba, à sua foz, no
Oceano Atlântico, na localidade da cidade do Recife, o rio corta 42 municípios. Sua bacia apresenta um
ambiente complexo que abrange desde um rio temporário a um dos maiores estuários urbano brasileiro,
evidenciando-se contrastes climáticos, de relevo, de solos, de cobertura vegetal, de ecossistemas e
socioeconômicos que demandam um conhecimento local para se observar as suas peculiaridades sub-
regionais.


     O Rio Capibaribe está entre um dos maiores e mais prejudicados patrimônios naturais da capital
Recife, dessa maneira, manifestações de cunho científico buscando conhecer a atual situação dessa baciahidrográfica se fazem necessárias para que ocorra uma sensibilização e se repense as atitudes da
sociedade e do poder público perante a questão. Encorajar o surgimento de um novo modelo de
sociedade em que a preservação dos recursos naturais seja compatível com o bem-estar socioeconômico
são fundamentais para o desenvolvimento do Estado, como também na formação acadêmica de jovens
universitários.


      Nesse sentido um somatório de esforços envolvendo uma ação interinstitucional compreendendo
as universidades do Estado de Pernambuco (UFRPE, UFPE e UPE), o Espaço Ciência, a SBPC-Regional PE, a Escola Ambiental Águas do Capibaribe, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Capibaribe e a ONG Recapibaribe preparam um encontro de cunho científico e social, buscando uma
visão ampla do atual cenário do Capibaribe para dar visibilidade a sua importância socioeconômica e
ecológica e seu avançado estado de degradação, dentro do princípio de que se faz necessário conhecer
para conservar.

REALIZAÇÃO
Espaço Ciência.png
Espaço Ciência
UFPE.png
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
SBPC-PE
UFRPE.png
Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
PRAE
Universidade de Pernambuco (UPE)
Comitê Bacia Hidrográfica Capibaribe
Recapibaribe
Bioma Brasil
Escola Ambiental Águas do Capibaribe
Arre Água
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now